Return to site

Sobre políticas públicas para mulheres: quem é quem?

Cristiane Brasileiro*

Das injustiças mais gritantes que tenho visto nestas eleições, eu destacaria a tonelada de memes cretinos que já recebi com este conteúdo básico, por parte de gente que sabe que sou uma feminista: “O QUE O PT FEZ PELAS MULHERES? NADA.”

Me dei ao trabalho, então, de reunir rapidamente alguns dos dados quantitativos pesados que mais me importam, e torço pra que mais gente possa aproveitar a listinha:

1) o Bolsa Família foi entregue diretamente à gestão de 46 milhões de pessoas à beira da miséria, sendo 90% de mulheres, o que portanto representou uma ação inédita e em larga escala de empoderamento econômico e promoção da autonomia das mesmas (não só no sentido de poderem comer e alimentar seus filhos, mas também no sentido de terem alguma chance de saírem de relacionamentos abusivos que só continuavam por absoluta dependência financeira);

2) o Minha Casa Minha Vida entregou 3,8 milhões de casas nas mãos de pessoas pobres, e uma das mais lindas inovações do programa foi que a chave das casas foi dada prioritariamente a mulheres (elas são 89% dos novos proprietários, de modo que também aqui podemos constatar que houve um programa em larga escala de promoção de uma segurança material crucial no sentido de seu poder de proteção da própria integridade física e de seus filhos);

3) a expansão geral do ensino superior e a criação do sistema UAB para a oferta de cursos de qualidade na modalidade a distância, pela primeira vez em nossa história, permitiu que centenas de milhares de mulheres trabalhadoras e mães de filhos pequenos pudessem entrar em massa no ensino superior (o número de mulheres no ensino superior saltou de 2 milhões para cerca de 4,53 milhões, durante os governos do PT, num contexto social em que isso significa não só uma expectativa de aumento salarial, mas também um aumento das chances de participação efetiva das mulheres na esfera pública);

4) a PEC das domésticas, criada e defendida longamente pelo PT (e contra a qual Bolsonaro foi o ÚNICO e vergonhoso deputado a votar) tirou da situação histórica de servidão, humilhação e ausência de direitos trabalhistas básicos cerca de 7 milhões de mulheres pobres (a maioria negra);

5) a Lei Maria da Penha, criada e sancionada pelo PT, foi a primeira iniciativa de grande porte na área da legislação para de fato reconhecer, enfrentar e combater os números monstruosos da violência doméstica que atinge mais de 600 mulheres por dia no Brasil.

6) A Lei do Feminicídio, sancionada diretamente pela presidenta Dilma, reconhece, também pela primeira vez em nosso país, que mulheres são mortas no Brasil em situações e por razões absolutamente diferentes dos homens, e apenas por serem mulheres (considerando inclusive que, muito ao contrário dos homens, a maioria dos assassinatos de mulheres são cometidos em sua própria casa, por seus companheiros ou parentes próximos, e numa quantidade espantosa de cerca de 15 mulheres mortas assim por dia, o que constitui a 5ª. maior alta taxa do mundo).

Enfim… Eu não sou uma pessoa leviana, e sempre busquei estudar de verdade as coisas que ignoro. E tenho vivido, de perto, boa parte do impacto dessas políticas públicas de largo alcance em prol das mulheres no Brasil. E lutado por elas, também. Nesse sentido, o que estou dizendo vai mesmo além dessa prática de dar ou reproduzir acriticamente opiniões sem fundamento e julgamentos sem real conhecimento de causa – que é exatamente o que esse punhado de memes levianos e mentirosos vêm fazendo.

Por isso, também, tenho perguntado ainda, para essas pessoas que chegam pra mim dizendo que “o PT não fez nada pelas mulheres”: se tudo isso que já está registrado por dados oficiais e que já mencionei, pra você, realmente não lhe parece digno de consideração ou respeito, por favor me diga então o que o Bolsonaro, por exemplo, ao longo de seus quase 30 anos de vida pública, DE FATO já fez ou propôs concretamente de melhor.

*Cristiane Brasileiro é colunista do Portal Catarinas e membra da Partida.

Este texto foi publicado originalmente no portal Catarinas, dia 22/10/2018. Confira aqui.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly